terça-feira, setembro 23, 2008
Os 10 de P.
Serei então o primeiro desta nova vaga de colaboradores a apresentar-se ao serviço. O meu olá a todos, o meu obrigado aos novos colegas. Como novato neste blogue, há que respeitar a hierarquia e cumprir a praxe. Apresento-vos o meu top 10 de cinema.



1 – A Clockwork Orange; Stanley Kubrick
2 – Oldboy; Chan-wook Park
3 – Apocalypse now; Francis Ford Coppola
4 – Full Metal Jacket; Stanley Kubrick
5 – Underground; Emir Kusturica
6 – C’era una volta il West; Sergio Leone
7 – The Godfather I e II; Francis Ford Coppola
8 – Star Wars; George Lucas (a trilogia original, mais concretamente Empire Strikes Back, realizado por Irvin Kershner)
9 – Paris, Texas; Wim Wenders
10 – Trainspotting; Danny Boyle
posted by P. @ 3:22 da tarde  
8 Comments:
  • At 3:43 da tarde, Blogger P.R said…

    Se muito bem-vindo caro P. ;)

     
  • At 2:48 da tarde, Blogger Ursdens said…

    A laranja mecânica é um dos que me custa muito deixar de fora... :)

    Cumprimentos cinéfilos!

     
  • At 9:19 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Uma lista que não tem um filme anterior a 1968 não demonstra grandes conhecimentos cinéfilos... mas enfim, suponho que te enquadras no perfil ligeirinho deste blogue.

     
  • At 10:46 da manhã, Anonymous P. said…

    Olá, anónimo.

    A crítica com que me candidatei ao Take a Break era sobre M, de Fritz Lang. Num top 10 de filmes, e falo na minha experiência pessoal, existe a necessidade de colocar filmes que, embora não sejam obras-primas ímpares, marcaram o meu gosto ou definiram os meus interesses a dada altura da minha vida. São critérios latos, os que se utilizam, e sujeitos, como muito bem deve ser, a escrutínio. À parte de tudo isso, quis vir para o Take a Break porque era um blogue sobre cultura. E páro aqui o ponto de explicação, anónimo (e confesso a minha pequenez ao sentir tal necessidade).
    Mas eu compreendo, anónimo. Longas são as noites em que me sento no quarto, a massajar o cotovelo, de olhos fixos no ecrã, e penso no tempo feliz que antecedeu 1968, um tempo sem blogues ligeirinhos, e sem anónimos carneirinhos.
    As saudades são sempre tão terrivelmente pesadas.

     
  • At 10:48 da tarde, Blogger Paulo said…

    É extraordinário. Parece que se quiser mostrar conhecimentos sobre cinema, basta pesquisar uma série de obras anteriores a 1968, listá-las, e está feito. Creio que até dão doutoramentos por isso. Estes comentários anónimos serão sempre um verdadeiro achado humorístico. Parabéns.

     
  • At 12:39 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    É sempre uma boa muleta atacar alguém por ser 'anónimo'. Dispensa-nos de lhe responder a sério.Claro que eu poderia inventar um nome qualquer, e assim já não era 'anónimo'...
    Mas vamos passar à frente. Uma coisa é certa: a blogosfera lusa de cinema é fraquíssima, e então os blogues colectivos são de fugir.
    Podem-me contariar dando exemplos, mas acho que não conseguem.

     
  • At 1:02 da manhã, Blogger Paulo said…

    É ainda mais fácil, creio eu, atacar alguém anonimamente, e sem deixar qualquer justificação. Claro que podias inventar um nome qualquer ou então, já pensaste nisso, até podias deixar o teu nome verdadeiro. Escolheste comentar anonimamente, tudo bem, foi uma opção. Não vou dar exemplos para contrariar, em primeiro lugar, porque essa é a tua opinião, e tens tanto direito a ela como qualquer pessoa e, claro, se achas o espaço fraquíssimo não tens de o visitar.

    Agora, aconselho a que se quiseres ser levado a sério, faz por isso. Dizer coisas como "Uma lista que não tem um filme anterior a 1968 não demonstra grandes conhecimentos cinéfilos..." não cabe na cabeça de ninguém, e não passa por mais do que uma provocação sem qualquer tipo de objectivo. Que outro tipo de resposta querias obter depois de escrever isso? Qual era o objectivo de tal comentário? É que isso nem sequer consegue provocar uma discussão interessante. Não duvido que possas ter grandes conhecimentos cinéfilos, mas não é a nomear filmes através de datas de produção que o vais demonstrar.

     
  • At 11:43 da manhã, Blogger Ursdens said…

    Como isto tem tudo muita lógica decidi comentar...

    É a tal coisa, uma estilista que não use grandes colares de pérolas, perucas brancas ou casacos de vison, naturalmente que não terá grandes conhecimentos sobre moda...

    Assim como um gajo que faz um post sobre os filmes que mais o marcaram, se lá não estiver o "nanook of the north", o "metropolis" ou o "Nosferatu" é porque não sabe nada de cinema...

    Mas o pessoal não tem mais nada que fazer?!?

    Cumprimentos cinéfilos!

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 

takeabreak.mail@gmail.com
Previous Post
Archives
Cinema
>> Críticas
>> Filme do mês
>> Grandes Momentos
>> 10 Filmes de Sempre
>> Balanços
"Combates"
Críticas Externas
Música
>> Concertos
>> Discos
>> Sugestão Musical
>> Video da Semana
>> Outros
Teatro
TV
Literatura
Outros
Links
Affiliates