quarta-feira, março 21, 2007
The Painted Veil

Há um filme de 1934 baseado no livro que inspirou The Painted Veil que tem como protagonista Great Garbo. Será certamente uma paragem nos tempos mais próximos para quem só agora tomou disso conhecimento, como eu. Começo por aí porque o filme de John Curran respira uma aura de clássico. Talvez não seja preciso recuar mais que África Minha para notarmos pontos de contacto. Aventura colonial, desventuras amorosas, perigo exterior, conflito interior… Enfim, bons ingredientes para um melodrama bonitinho e escorreito mas sem grandes voos no que toca à inovação. Aqui quer-se perpetuar um registo, qui ça homenagear uma tradição, demonstrar as potencialidades dos actores nessa “intemporalidade” cinematográfica. Nada mais.

Naomi Watts, a mulher que se descobre e redime, e Edward Norton, o homem que aprende a amainar a fúria íntegra do coração, são dois protagonistas competentes, que provam sem grandes falhas que merecem o estatuto que já alcançaram no cinema americano. Referência ainda para Toby Jones (o outro Capote de Infamous), presença cujo relevo salta à vista do espectador.
Filmado na China, o filme brinda-nos com uma lindíssima fotografia. Destaca-se visualmente a cena do passeio no lago, beneficiada pela projecção em scope (escolham uma sala grande, vale a pena).
Menção honrosa também para a música, nomeadamente as incursões ao piano de Lang Lang que são fulcrais para a criação de um ambiente melancólico no filme.

Apesar de não ser um filme que se possa dizer surpreendente ou magnânimo, é uma obra bastante agradável de se visionar, sobretudo para os apreciadores destas histórias. Os outros talvez saiam desapontados, mas sempre podem fechar os olhos e ouvir a bela banda sonora…

posted by H. @ 5:52 da tarde  
3 Comments:
  • At 6:04 da tarde, Blogger P.R said…

    Espero ver este filme com um entusiasmo moderado. Lá está, não espero um filme grandioso... apenas uma boa história com bons desempenhos :) Já agora, já viste o Fur?

     
  • At 6:30 da tarde, Blogger H. said…

    Sim, já. É um filme bizarro, não sei muito bem como falar dele...

     
  • At 10:12 da tarde, Anonymous Fábio Jesus said…

    Não sei bem porquê, mas este The Painted Veil sempre me pareceu um pastelão histórico daqueles que entedia até mais não. Até posso estar enganado, mas não me cheira.

    Vou adicionar um link aqui pró sítio no Os Novos Pornógrafos, espero que não te importes ;).

    Abraço

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 

takeabreak.mail@gmail.com
Previous Post
Archives
Cinema
>> Críticas
>> Filme do mês
>> Grandes Momentos
>> 10 Filmes de Sempre
>> Balanços
"Combates"
Críticas Externas
Música
>> Concertos
>> Discos
>> Sugestão Musical
>> Video da Semana
>> Outros
Teatro
TV
Literatura
Outros
Links
Affiliates