terça-feira, fevereiro 13, 2007
Grandes Momentos | Mulholland Drive
Sejamos francos, Mulholland Drive é uma das grandes obras-primas deste novo século. Com uma excelente realização, um brilhante argumento e uma perfeita actriz principal (grande, grande Naomi Watts), Lynch constrói um filme monumental que, belíssimo na forma e no contéudo, puxa pela inteligência de quem o vê. De facto, é bem provável que, com Lynch, saiamos da sala de cinema sem perceber muito bem o que acabamos de ver.

No entanto, muitas vezes a arte não é para ser percebida, mas sim sentida. E é isso que acontece neste filme. Apesar de a barreira entre a loucura e a realidade serem muito ténues (não é isso a genialidade?), Mulholand Drive é um filme brutal . E este grande momento é o exemplo perfeito dessa grandiosidade. No clube Silêncio, tal como em Mulholand Drive, nem tudo é o que parece. Por isso, sentem-se, vejam e sintam...

posted by P.R @ 7:37 da tarde  
7 Comments:
  • At 10:06 da tarde, Blogger daniel said…

    ui... já tinha ouvido falar muito do filme, e aqui está uma óptima razão para ir a correr vê-lo. De resto, olhem, o nome do clube não podia ser outro... estou sem palavras.

     
  • At 12:13 da tarde, Blogger Paulo said…

    Por mais vezes que reveja isto, arrepio-me constantemente. Que coisa fabulosa!

     
  • At 12:28 da tarde, Anonymous Roberto Queiroz said…

    O que dizer sobre um gênio como David Lynch e uma obra-prima como Mulholland Drive? Você já disse tudo! o filme é o must (em todos os sentidos). Naomi Watts está perfeita. O cinema do mestre Lunch é perfeito (um cara que fez Veludo Azul, Coração Selvagem e O Homem-Elefante não precisa provar mais nada a ninguém).

    (http://claque-te.blogspot.com): Perfume - A História de um Assassino, de Tom Tykwer.

     
  • At 10:41 da manhã, Blogger Knoxville said…

    Batam-me, massacrem-me mas para mim Mullholland Drive não é, nem de perto, nem de longe, das obras mais interessantes de Lynch.

     
  • At 11:14 da manhã, Blogger P.R said…

    Epá não me des ideias Knoxville é que hoje em dia com filmes como Saw e Hostel o pessoal aprendeu umas pequenas técnicas de tortura! ;)

     
  • At 6:11 da tarde, Blogger frases&filmes said…

    paulo, sinto o mesmo! Arrepios...
    Knoxville, não fiquei com vontade de de bater ou massacrar, são opiniões... conheço muito boa gente que detestou o filme, eu gosto muito e ainda não me cansei de o rever. Define "interessante" :P

     
  • At 10:42 da tarde, Blogger Miguel Angelo said…

    Desculpem a intromissão, mas na minha opinião, Mulholland Drive e Lost Highway, são filmes belíssimos, delicadamente filmados e essencialmente, inesquecíveis experiências visuais.

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 

takeabreak.mail@gmail.com
Previous Post
Archives
Cinema
>> Críticas
>> Filme do mês
>> Grandes Momentos
>> 10 Filmes de Sempre
>> Balanços
"Combates"
Críticas Externas
Música
>> Concertos
>> Discos
>> Sugestão Musical
>> Video da Semana
>> Outros
Teatro
TV
Literatura
Outros
Links
Affiliates