sexta-feira, junho 16, 2006
Vídeo da Semana | Gato Fedorento | Rap dos Matarruanos



Porque nem só de obras-primas vive a Arte, e porque o humor é dos registos mais díficeis de conseguir, esta semana escolhi um vídeo diferente do que foi destacado até aqui. Não temos um excelente vídeo, muito menos uma letra genial ou uma melodia fascinante, temos assim um grupo de comediantes que trouxe uma lufada de ar fresco ao panorama televisivo português. Assim, a escolha desta semana não é um elogio à Arte nos seus postulados habituais, mas sim uma ode à comédia e aqueles que a fazem bem. Sim, porque rir continua a ser preciso.

Próximo destaque: Ana Silva

posted by P.R @ 10:42 da manhã  
23 Comments:
  • At 11:09 da manhã, Blogger H. said…

    LOLOL!
    Fantástico!
    Escolha original e... delirante :)

     
  • At 11:49 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    é hilariante :p

     
  • At 12:02 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    o vídeo é muito engraçado. o texto do post é pretensioso e parvo

     
  • At 12:35 da tarde, Blogger P.R said…

    Caro anónimo (gostaria de o tratar pelo nome, mas pelos vistos aconteceu o "incidente" de se esquecer de se apreentar)

    Em primeiro lugar, fico contente por ter percepcionado o vídeo como engraçado e de, alguma forma, ter contribuído de forma positiva para estes 4 minutos do seu dia.

    Em segundo lugar, gostaria de lhe questionar o porquê de considerar o texto do post "pretencioso e parvo"

    Desde já obrigado.

     
  • At 1:54 da tarde, Anonymous Fábio Silva said…

    Gostei muito do vídeo, embora já o conhecesse, e ao contrário do anónimo, gostei muito do texto. Acho que está bem escrito e é pertinente. Já agora... é preciso ter uma grande falta de descaramento vir aqui ofender uma pessoa e nem sequer se identificar!

     
  • At 7:33 da tarde, Anonymous Mário Lopes said…

    Isto sim é música :D!

    Abraço

     
  • At 6:38 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Bom, se o problema é identificar-me, aqui fica: chamo-me António Moreira. Espero que estejamos todos mais descansados. Mas pergunto: há assim uma diferença tão grande entre assinar "anónimo" ou "Fábio Silva"? Qual foi o notário que reconheceu que aquele "Fábio Silva" é mesmo um tal Fábio Silva? Sobre o anonimato, penso que estamos conversados.
    Diz o Fábio Silva (ah, que alívio, saber o seu nome!) que "é preciso ter uma grande falta de descaramento vir aqui ofender uma pessoa e nem sequer se identificar!" Na minha opinião, ter falta de descaramento não é grave. Grave é ter descaramento. Este é um primeiro ponto. O segundo ponto é: quem é que eu ofendi? Dizer que um texto é pretensioso e parvo é "ofender" alguém? Que susceptiveizinhos que nós estamos...
    E agora a exigida justificação para o facto de o post ser pretensioso e parvo (sinceramente, pensei que bastava lê-lo). Acho pretensioso e parvo estar para aqui a justificar a inclusão deste vídeo com argumentos do género: "bom, não se trata de uma obra-prima, ao contrário do que costumamos escolher aqui para este blog. Nós só gostamos de Arte (vejam que gostamos tanto que até escrevemos com letra grande!), mas rir também é preciso. Estar sempre em meditação profunda, a contemplar obras-primas da Arte (com letra grande), também cansa. Vamos todos baixar os nossos elevados padrões culturais e rir um bocadinho com algo que não é uma obra-prima nem Arte (com letra grande)." Está percebido porque é que o post é parvo e pretensioso, ou ainda não?

     
  • At 6:43 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    E, por exemplo, dizer "fico contente por ter percepcionado", em vez de "fico contente por ter percebido" é coisa de relatador de futebol.
    Assinado: António Moreira, B.I. nº 9647118

     
  • At 7:32 da tarde, Blogger P.R said…

    Caro António Moreira:

    Percepcionado: verbo de percepcionar que advém do substantivo percepção que, segundo o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, significa "o acto ou efeito de perceber". Penso que não será necessário acrescentar mais nada. Até poderia, dado a definição da palavra, optar por fazer como você o fez uma comparação ofensiva com outra qualquer profissão mas prefiro não o fazer. Espero que não pense que seja "pretencioso". É mais uma questão de educação.

    Quanto à sua explicação, que foi pedida e não exigida, convém primeiro esclarecer que eu nunca disse que só escolhiamos obras de Arte. Mas. se de facto ser pretencioso e parvo é achar que o vídeo não é uma obra de ARTE, se ser pretencioso é achar que em termos de qualidade artísticas ele é nitidamente inferior aos outros apresentados, se ser pretencioso é achar que actualmente os nosso "padrões culturais" não devem mesmo ser baixados, se ser pretencioso é afirmar que isto não é uma obra de arte, se ser pretencioso é não comprar cd's de D'zrt's e ajudá-los a serem as pessoas que mais vendem em Portugal, então sim sou pretencioso e como diria alguém, com muito orgulho.

     
  • At 7:55 da tarde, Blogger not_alone said…

    O que eu gosto destas pessoas que não têm mais nada para fazer do seu tempo do que vir mandar bitates só para dizer mal. Críticas construtivas são uma coisa, comentários ofensivos só porque não se gosta da forma como alguém escreve, é outra.

    E essa de vir dar em professor de portugues só para ser engraçado também não pega. Pelo menos quando corrigires alguem, certifica-te de que tens razão.

    De resto, fazemos todo o gosto em te ter como leitor. Se não gostas do que lês... tens bom remédio... ;)

     
  • At 11:03 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Parece que não me fiz entender. Eu nunca disse que a palavra percepcionar estava errada ou não existia. Só disse que era vocabulário típico de comentador de futebol. Parece-me simples. A expressão "segundo terço do terreno" também está correcta. Mas também ela é típica dos comentadores de futebol.
    Por outro lado, confesso que estou curioso para saber o que é que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora diz sobre a palavra "pretencioso". Já foi utilizada aqui oito vezes pelo grande guardião da ARTE e dos padrões culturais Pedro Romão. O meu dicionário só conhece "pretensioso". Penso que a língua também é cultura. Escrever mal pode ser entendido como um ataque à cultura tão grande como adquirir um CD dos D'zrt. Quando quiserem armar-se em apreciadores de Arte (com letra grande e tudo) e bradar pungentemente que os nossos "padrões culturais" não devem mesmo ser baixados, primeiro certifiquem-se de que sabem escrever correctamente. Caso contrário, a vossa conversa cheira só a... pretensiosismo.

    Assinado: António Moreira, residente em Carcavelos.

     
  • At 11:05 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    E continuo sem perceber onde é que fui "ofensivo". Talvez o Dicionário da Porto Editora me esclareça...

    Assinado: António Moreira

     
  • At 12:07 da manhã, Blogger P.R said…

    1 ponto - Erro Ortográfico assumido. Penso que a humildade de reconhecer um erro é inversamente proporcional ao pretensiosismo.

    2 ponto - Da minha parte não leu, na minha resposta ao seu primeiro comentário, dizer que tinha sido ofensivo. Apenas pedia que me explicasse o porquê de apelidar o texto com tais adjectivos.

    3 ponto - Não lhe fiz ataques pessoais portanto agradecia que não continuasse a fazê-los.

    4 ponto - É engraçado que se faça um comentário de quase 20 linhas para criticar uma gaffe. Pelos vistos escasseiam argumentos.

    5 ponto - Não sou, nem pouco mais ou menos, guardião de coisa alguma e essas insinuações imbuídas de uma ironia mesquinha não fazem qualquer sentido.

    6 ponto - Este é a minha última resposta. Diga o que quiser acho que por vezes o silêncio consegue ser mais elegante que três ou quatro palavras bonitas.

     
  • At 12:44 da manhã, Blogger not_alone said…

    Alguém está a precisar de atenção...

     
  • At 6:17 da tarde, Anonymous Lisa said…

    Cada um tem direito a sua opiniao e penso que estamos num país livre!
    Pelo menos por enquanto!

     
  • At 1:48 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    What a great site
    » »

     
  • At 12:39 da tarde, Anonymous Dreamcare said…

    Realmente é muito facil entramos em divergência uns com os outros...acho que cada um tem direito a opinar sobre determninado assunto, mas ao mesmo tempo devem entender que uma vez tendo sido feita determinada consideração em relação "ao assunto" e havendo opiniões contrarias de certo vão existir opiniões contrarias.

    Agora enveredar por outros caminhos por forma a atacar os outros fugindo assim ao que realmente se discutia é que acho mal...quer dizer vem para aqui um gajo, fala, fala mas não diz nada é obvio que fico chateado...

    Olhem sabel que mais??? Vão-se foder...Isto sim um belo momento de ARTE.

     
  • At 12:43 da tarde, Anonymous Dreamcare said…

    Desculpem a redundância do "e havendo opiniões contrarias de certo vão existir opiniões contrarias"

    Bom mas nem acrecento mais nada a não ser perguntar se já se foram foder?!?!?!?

     
  • At 1:40 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    "o rap dos matarruanos" esta super hiper mega ri-fixeeeeeeeeeeeeeeee!

    PARABENS

     
  • At 3:39 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    isto e do melhor eu doro gato fedorento eles k kontinuem asim

     
  • At 9:24 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Nâo estamos aqui para falar á floriseca estamos é para cometar o rep
    e para falar á lingua do gato fodorento

     
  • At 4:54 da tarde, Anonymous David Pinto said…

    Boa tarde, alguém me sabe dizer qual e o nome da musica que é utilizada no Rap dos Matarruanos.

    Obrigado pela atenção

     
  • At 9:59 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    este e o melhnor rap do mundo

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 

takeabreak.mail@gmail.com
Previous Post
Archives
Cinema
>> Críticas
>> Filme do mês
>> Grandes Momentos
>> 10 Filmes de Sempre
>> Balanços
"Combates"
Críticas Externas
Música
>> Concertos
>> Discos
>> Sugestão Musical
>> Video da Semana
>> Outros
Teatro
TV
Literatura
Outros
Links
Affiliates