terça-feira, agosto 01, 2006
Andrew Bird | The Mysterious Production of Eggs


Confesso que já não me recordo como é que descobri Andrew Bird. Talvez numa das minhas imensas descobertas ocasionais na internet. A verdade é que o descobri porque tinha de ser. Mais do que um cantor, Andrew Bird é um verdadeiro contador de histórias. Histórias que a nós nos parecem distantes mas que transportam consigo uma importância à qual não conseguimos escapar.

Sovay abre gentilmente o álbum, sem pressas, nem demasiados apetrechos. Uma pequena janela para espreitarmos para dentro do livro de contos de Andrew Bird. A Nervous Tic Motion of the Head to the Left segue-a e já não deixa dúvidas para a magia que nos envolve. Relógios, coelhos, cartolas, Alice. Uma pressa sem fim de ouvirmos mais e mais.

"Monsters? Monsters that talk, monsters that walk the earth"

De repente, percebemos que a intriga se adensa. Os sonhos já não são tão cor de rosa como pareciam do exterior. São histórias, afinal de contas, mais familiares do que pensávamos. O tom cansado com que canta, forçando sorrisos e alegrias, faz-nos acreditar que acredita no que canta. Skin is, My, ode aos sons e a essa alegria que nos faz continuar, quando tudo nos parece querer arrastar para o real. Mas o imaginário é tão mais feliz.

À medida que o disco se aproxima do seu fim estamos aconchegados, num ambiente estranhamente acolhedor. Estamos cansados de ser inocentes. Cantamos. Cantamos para nos lembrarmos de que existe o choro. Nascemos. Nascemos quando sabemos que vamos morrer.

Andrew Bird: It's a giant among cliches




posted by not_alone @ 8:17 da tarde  
3 Comments:
  • At 10:55 da tarde, Blogger H. said…

    foi uma das melhores descobertas que fiz o ano passado... ele passou por cá, mas infelizmente foi mais um concerto que ficou por ver...

    adoro o teu parágrafo final. muito inspirado :)

     
  • At 12:47 da manhã, Blogger membio said…

    um dos melhores do ano passado, excelente mesmo...

     
  • At 10:12 da tarde, Blogger Izzi said…

    Não conhecia de todo, mas a faixa que deixaste para ouvir deixou-me curiosa - sem dúvida um nome a não esquecer.

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 

takeabreak.mail@gmail.com
Previous Post
Archives
Cinema
>> Críticas
>> Filme do mês
>> Grandes Momentos
>> 10 Filmes de Sempre
>> Balanços
"Combates"
Críticas Externas
Música
>> Concertos
>> Discos
>> Sugestão Musical
>> Video da Semana
>> Outros
Teatro
TV
Literatura
Outros
Links
Affiliates